Dicionário pós operatório de A a Z

Atenção: as informações aqui contidas foram elaboradas pelo autor e correspondem a condutas particulares, não sendo, necessariamente, verdade absoluta para todas as cirurgias, situações e pacientes.

A B C D E F G H I J K L M
N O P Q R S T U V W Y X Z

D

Depilação
– Pode raspar ou aparar os pelos próximos à cicatriz, com muito cuidado, após a 1a. semana da cirurgia.
– Evitar a depilação a cera ou laser nas primeiras 3 a 4 semanas da cirurgia.

Dirigir
– Para cirurgias de mama ou abdominoplastia: Somente após 30 dias, se não houver ferimentos na cicatrização.
– Se houver ferimento, a direção só será liberada após 30 dias da cicatrização do mesmo.

Dor
– Dores de pequena ou média intensidade, e sensações de “pinicão”, mesmo tomando os analgésicos, que varia de paciente para paciente.
– Dores de cabeça podem ocorrer. Podem ser utilizados analgésicos comuns (dipirona/novalgina).
– Dores na coluna por postura indesejada podem ocorrer. Podem ser utilizados relaxantes musculares (miosan/tandrilax).

Drenagem linfática
– Indicada sempre para cirurgias de abdome e de lipo.
– Será iniciada já na 1a. semana, entre o 3o. e 7o. dia de pós.
– O objetivo principal das drenagens linfáticas é a redução do edema (inchaço), melhorando dessa forma o desconforto e dores nos primeiros dias de pós-operatório.
– Drenagem linfática manual bem feita não dói e é benéfica à sua recuperação.
– Drenagem mal feita e com pessoas despreparadas pode prejudicar e piorar o resultado da sua cirurgia. Tenha alguém de confiança.
– Geralmente entre 10 e 20 sessões são suficientes. Geralmente quem define os intervalos das sessões e o tipo de drenagem é o fisioterapeuta, sob supervisão do cirurgião.
– Só realizar drenagem do tipo “endermo” com autorização médica.

Dreno
– Utilizado nas plásticas de abdome e algumas raras de mama.
– As medidas do líquido deverão ser feitas com rigor e sempre no mesmo horário, geralmente 1 vez ao dia.
– O coletor deverá sempre estar com vácuo, ou seja, retirar o ar antes de tampá-lo.
– O dreno só será retirado quando o volume coletado das últimas 24 horas for considerado desprezível.
– Secreções amareladas, incômodo e dor ao redor da pele onde o dreno está inserido podem surgir após a 1a. semana.
– Se começar a sair muito líquido pelo orifício da inserção do dreno na pele, e nada pelo coletor, pode ser um sinal que a mangueira está entupida. Contactar o cirurgião.