Dicionário pós operatório de A a Z

Atenção: as informações aqui contidas foram elaboradas pelo autor e correspondem a condutas particulares, não sendo, necessariamente, verdade absoluta para todas as cirurgias, situações e pacientes.

A B C D E F G H I J K L M
N O P Q R S T U V W Y X Z

C

Cicatrização – cuidados
– Alguns alimentos são prejudiciais à normal cicatrização (ver Alimentação).
– O processo de amadurecimento total das cicatrizes é longo, dura de 1 a 2 anos.
– É normal nos primeiros meses o endurecimento e a vermelhidão da cicatriz.
– Pomadas e fitas aderentes de micropore ou de silicone poderão ser utilizadas, de acordo com cada caso. O cirurgião irá avaliar o seu e indicar a melhor opção.
– Pomadas com corticóides somente serão utilizadas sob orientação médica e se estiver havendo hipertrofia cicatricial, com sinais de elevação e espessamento da cicatriz.
– A exposição solar é prejudicial enquanto a cicatriz estiver manchada ou avermelhada (ver Sol e Praia).
– O crescimento de pêlos na cicatriz pode causar ferimentos crônicos (ver Ferimentos e Feridas), mesmo após as primeiras semanas terem sido normais (ver Depilação).

Cintas, sutiãs e modeladores
– O uso incorreto dos modeladores é prejudicial ao resultado e piora a fibrose.
Cintas:
– Ajustes de aperto e de altura da cinta poderão ser feitos.
– Usar de forma contínua durante os primeiros 30 dias.
– Usar de forma intermitente (dia ou noite) no 2o. e 3o. mês.
– As espumas ou placas são importantes para evitar dobras indesejadas, e ficam sob a cinta no 1o. mês.
Sutiãs:
– Sutiãs não cirúrgicos podem ser usados após 1 mês.
– Evitar por 90 dias sutiãs com bojo (ferrinho).

Curativos
– O primeiro curativo após a cirurgia só será trocado após 2 a 3 dias, quando ele pode ser molhado no chuveiro para facilitar que os esparadrapos soltem.
– É normal nos primeiros dias que algum ponto “sangre” um pouco quando estiver fazendo esses curativos.
– Se houver um esparadrapo colado diretamente na pele ele não deverá ser retirado sem autorização médica.
– No banho, as cicatrizes podem ser lavadas com água e sabão antisséptico, com a própria mão.
– Se forem observadas anormalidades, secreções ou ferimentos, contactar o médico.